Share on Google+

Detroit em Rebelião

  (Detroit)
Sinopse No ano de 1967, Detroit vive cinco dias de intensos protestos e violência. Um ataque policial na cidade resulta em um dos maiores e mais intensos tumultos na história dos Estados Unidos, levando à federalização da Guarda Nacional de Michigan e ao envolvimento de duas divisões aéreas do Exército dos Estados Unidos.

Share on Google+

Informações


Título no Brasil Detroit em Rebelião
Título Original Detroit
Ano Lançamento
Gênero Drama / Épico / Suspense
País de Origem EUA
Duração143 minutos
Direção
Estreia no Brasil 12/10/2017
Estúdio/Distrib. Imagem Filmes
Idade Indicativa 16 anos

Elenco


... Dismukes
... Krauss
>> Ver todo o Elenco...

Trilha Sonora


“Grow ”Escrita por Algee Smith
Interpretada por Algee Smith e Larry Reed

Trailer



Comentários


14/10/2017 - Felipe (31 anos)

  Não vi
Denunciar
Detroit é uma cidade que foi abandonada por muitos anos virando lugar de indigentes e só com o governo dos EUA conseguiram reerguer essa cidade isto foi uma coisa impressionante que infelizmente aqui no Brasil não existe esse tipo de coisa.

16/10/2017 - Sérgio Sarmento (64 anos)

  Ótimo
Denunciar
Assisti NO CINEMA nesta data quando de sua estreia nacional ocorrida na ultima quinta. Mas tão somente em algumas cidades privilegiadas como a minha. E que devido sua temática ser pouco atrativa ao grande publico e somando as poucas cópias que a distribuidora Imagem Filmes trouxe ao Brasil. Antevejo um publico diminuto. Só que lamento enormemente este estado de coisas, pois o filme é de uma enorme importância e que mostra, vivamente, um problema social, dos maiores, de um pais chamado E.U.A. Olha! Grande e memorável produção cinematográfica. Uma obra rara e de notável patrão didático. A gente que conhece "um pouco" DE CINEMA por "militar" há mais de 55 anos nestas casas maravilhosas. E que por enquanto ainda podemos chamar DE CINEMA. Ficamos conhecendo, por um dever natural, quem realmente comanda um filme dito "normal" que são os seus diretores. Por isso sou fã e adora de maneira decisiva a diretora Kathryn Bigelow que foi a primeira mulher a ganhar um Oscar de direção pelo filme Guerra ao Terror (2008) e que nos descrevia de uma forma especial a Guerra do Iraque. Seu filme logo a seguir foi o ótimo A Hora Mais Escura (2012) com a maravilhosa atriz JESSICA CHASTAIN e que nos falava sobre a caçada de um dos maiores assassinos que conhecemos que foi o sanguinário Osama Bin Laden e que realizei uma série de comentários, altamente pró filme, para o IF e que o primeiro foi em 15.02.2013. Dito isso, é muito fácil comentar este DETROIT (2017). Um espetacular docudrama sobre os atentados e as revoltas dos negros americanos, ocorrido em cinco dias, de 23 a 27.07.1967 no estado de Michigan e na sua capital Detroit. O que adorei, assistindo ao filme, é que naquela época dos conflitos acompanhei pelos jornais (Pasmem! Eu não tinha televisão) tudo aquilo. Mas uma coisa que retirei do filme é que ele não é só sobre racismo. Ele é muito mais profundo. Mais visceral. Pois mostra um gravíssimo problema estrutural da sociedade americana que é o conflito social de uma comunidade que se revoltava naqueles dias que era a dos negros. Penso que este episódio de Detroit é o segundo em importância sobre o tema. O primeiro, sem dúvida, é o ocorrido com o grande líder negro e que resultou em sua morte em 1968. Falo do pacifista do pastor e uma das figuras mais apaixonantes em todos os tempos que foi o grande Martin Luther King Jr. Um homem notável e que sabia a importância da justiça dentro de uma pais que se auto proclama que tem as maiores liberdades individuais dentro de sua sociedade e de uma Constituição demais de 200 anos. O filme Detroit (2017) da diretora Bigelow é tão didático que logo no início coloca, em um enorme texto, toda a problemática que iremos assistir. Toda uma explicação que vai nos ajuda a colocar "dentro de um enorme furacão" que ao longo demais de 140 minutos (eu contei 143) iremos "viajar". Este filme que ora comento é o mais cru, mais realista, mais angustiante e mais impactante de todos os mais de cinco produções que assisti desta diretora. As cenas filmadas, como já escrevi, são
de um verdadeiro documentário. Filmadas em sua grande maioria, como seus últimos filmes, com câmara de mão. Proporcionando para o espectador um realismo como pouco. Isto tudo nos choca muito mais pelo impacto de ver aquelas pessoas negras sendo torturadas física e psicologicamente. O filme se compõe de uma ótima fotografia. A reconstituição de época, anos 1960, é simplesmente encantadora e por isso notável. Como era uma época que se fumava muito. O filme é pontuado de início ao fim de gente fumando. A coisa realmente é um escândalo. Aqueles espectadores que detestam cigarros. É! Ainda existe este tipo de gente. E que chamo de puristas! Possivelmente vão detestar tudo aquilo. Por ser um drama-documentário não se sobressai muito gente de seu corpo de atores. Mas consigo citar um cara chamado Will Poulter que faz um policial psicopata. Um cara que sentimos um escárnio absolutamente apropriado. Tem também um ator, pouco conhecido, mas de uma atuação destacada e que infelizmente o roteiro não o privilegio. Falo de John Boyega. Ele faz um policial negro terceirizado, de quarteirão, e que assiste pacificamente tudo aquilo para os injustiçados negros. Enfim, é mais um filme de uma importância muito grande. Mas que lamentavelmente não terá um publico do seu tamanho em importância. Portanto ficarei mais uma vez, no espaço, pregando suas qualidades "no deserto". Por favor! Me desmintam! Cruz credo!

Novo Comentário
Faça seu comentário, mas por favor, siga estas regras:
- Não faça perguntas, faça comentários sobre o filme;
- Não conte o final do filme nem partes importantes para o desfecho, mas se necessário marque o texto;
- Seja objetivo e descreva o porquê de sua nota;
- Se você ainda não assistiu ao filme, dê nota "Não vi";
- Não critique outros comentários, apenas faça o seu, sem preconceitos;
- Se você não gosta deste gênero de filme, é melhor não comentar;
- Comentários que descumprirem estas regras, serão excluídos totalmente.

 Agradecemos a colaboração. Bom uso!

O Texto Contém Spoiter? Sim / Não     Selecione o texto com "Spoiler" e click aqui.

Nome: Idade:  Nota:

Últimos Visitados

Detroit em Rebelião (Detroit)

Copyright © 2017 www.interfilmes.com - Todos os Direitos Reservados. Acesse a Política de Privacidade.