Share on Google+

A Autópsia

  (The Autopsy of Jane Doe)
Sinopse Tommy Tilden (Brian Cox) e Austin Tilden (Emile Hirsch), seu filho, são os reponsáveis por comandar o necrotério de uma pequena cidade do interior dos Estados Unidos. Os trabalhos que recebem costumam ser muito tranquilos por causa da natureza pacata da cidade, mas, certo dia, o xerife local (Michael McElhatton) traz um caso complicado: uma mulher desconhecida foi encontrada morta nos arredores da cidade - "Jane Doe", no jargão americano. Conforme pai e filho tentam descobrir a identidade da mulher morta, coisas estranhas e perigosas começam a ocorrer, colocando a vida dos dois em perigo.

Share on Google+

Informações


Título no Brasil A Autópsia
Título Original The Autopsy of Jane Doe
Ano Lançamento
Gênero Terror
País de Origem Reino Unido / EUA
Duração86 minutos
Direção
Estreia no Brasil 04/05/2017
Estúdio/Distrib. Diamond Films
Idade Indicativa 12 anos

Elenco


... Tommy
... Austin
>> Ver todo o Elenco...

Trilha Sonora


“Farming Man ”Escrita por Michael Richard Hendrix
Interpretada por Tennessee River Crooks
“Open Up Your Heart ”Escrita por Stuart Hamblen
Interpretada por The Hamblens
(p) 1954 Recording
>> Ver toda a Trilha Sonora...

Trailer



Comentários



  >> Ver todos os Comentários...

30/04/2017 - Sidney (25 anos)

  Bom
Denunciar
Não é o melhor terror já feito, mas tem um bom clima de terror. Para quem gosta de terror, é uma boa opção.

03/05/2017 - Alessandro (33 anos)

  Bom
Denunciar
Não é um filme ruim, tem seus defeitos, a curta duração por exemplo, poderia ter mais explicações e desenvolver mais a história, mesmo assim o filme é bom, valeu a pena ter visto em casa.

04/05/2017 - Paulo Nobre (60 anos)

  Bom
Denunciar
Sinceramente esperava mais. Mas, gostei do filme. É um bom suspense (terror), bem dirigido, com as cenas bem enquadradas e com uma boa atuação do veterano Brian Cox. Quem tem o estômago muito sensível é melhor não ver. Dos três filmes que vi sob a direção de André Øvredal, esse sem dúvida, disparado, foi o melhor. Segundo André Øvredal, o papel de Jane (o cadáver), interpretado por Olwen Catherine Kelly (também modelo irlandesa), foi o demais difícil interpretação. O filme tem um timing muito bom; começa nos prendendo atenção para entender do que se trata, vai aumentando a tensão até chegar ao ápice. Esse filme foi lançado no Toronto International filme Festival em 9 de setembro de 2016 e depois comercialmente lançado nos EUA em 21 de dezembro de 2016, ou seja, um filme considerado "velho", para ser lançado no Brasil. Para as pessoas, que acharam o filme curto, inclusive, pois deveria explicar mais sobre a origem de Jane e outras coisas adicionais, lembro que tal conduta agora faz parte da indústria cinematográfica, ou seja, as continuações. Todos nós, que vemos muitos filmes ou que apenas ouvimos falar dos lançamentos, sabemos como a coisa funciona; lançam um filme, analisam a aceitação (arrecadação) do público e partem para um segundo. Isso, quando não são baseados em livros. Nesse caso, em geral, produzem um filme para cada livro, sendo que no último, dividem o filme em parte 1 e parte 2, na maioria das vezes uma tremenda picaretagem. Enfim é o que temos na atualidade. Mas, o filme VALE À PENA.

07/05/2017 - David (34 anos)

  Bom
Denunciar
Vocês reclamam demais o filme foi excelente do começo ao fim com certeza terá continuação.

08/05/2017 - Sérgio Sarmento (63 anos)

  Ótimo
Denunciar
Assisti NO CINEMA, nesta data, quando de sua estreia efetivada nacionalmente em 04 de maio passado. Só lamento que grande parte dos comentários acima. Ou seriam todos? Tenham sido assistido em uma tela ridícula como é uma televisão, pois tenho certeza que se assistido EM TELA GRANDE seus gostos seriam mais apurados e definitivos. Olha! Belo filme de terror e suspense! Uma obra curta! Contei 86 minutos, mesmo! Mas que nos dá um banho de um bom filme do gênero. É o primeiro filme que assisto deste cara. Pois os anteriores não chegaram nem perto dos CINEMAS nacional. Do diretor André Ovredal temos que ficar atento para seus próximos trabalhos, pois o cara promete e muito. O que me chamou atenção foi a economia de cenários. O diretor André consegue filmar "quase" todo seu filme dentro daquele casarão antigo. Já os atores são ótimos. Mesmo aparecendo no início e no final, o Sheriff Burke, representado pelo Michael McElhatton faz um ótimo papel. Mas para mim quem brilha mesmo e "rouba o filme" (adoro este termo do século passado). E sem dar uma palavra sequer em todo o filme é a autopsiada Jane Doe. Vivida pela modelo (segundo o P. Nobre e acredito) linda, mesmo morta, Olwen Catherine Kelly. Sensacional a caracterização desta atriz e modelo e deitada naquela mesa. Mas brilha igualmente o veterano ator escocês Brian Cox. Fazia algum tempo que não assistia um filme seu. Para terminar tenho que falar do jovem (aliás não tanto, pois já tem 32 anos e com cara de menos) Emile Hirsch. Também com uma aparição bem elogiável. É claro que é filme indicado, principalmente, para quem gosta do gênero terror/suspense. Mas não está proibido, para os demais, também gostarem. Pois o filme é muito bem feito. E desde já um dos melhores, em sua categoria, para todo o ano cinematográfico.

10/05/2017 - Danielsnes (27 anos)

  Bom
Denunciar
Um filme com uma atmosfera de suspense e ótimo andamento, porém o final é bastante duvidoso. Vale a pena caso queira assistir um filme desse gênero.

14/05/2017 - Queciosousa (29 anos)

  Ruim
Denunciar
O filme tem realmente cenas que assustam, mas no geral não é bom. Achei bem fraco!

16/05/2017 - Flavia Carrazzone (60 anos)

  Ótimo
Denunciar
Concordo em gênero, número e grau com Sr. Sarmento: é um ótimo filme. Olha que sou fã de carteirinha de filmes de terror, já assisti dezenas deles! Esse filme tem cenas na autópsia bem escatológicas e originais, com sacadas geniais mesmo. É um filme de terror bem diferente dos que estamos acostumados a assistir, também não se arrasta desnecessariamente, quando não esperamos acaba, ficando o gostinho de quero mais. Recomendadíssimo!

19/05/2017 - Salgueiro (43 anos)

  Bom
Denunciar
Filme muito bom. Recomendo.

29/05/2017 - Robson (57 anos)

  Bom
Denunciar
Nada de muito excepcional, mas como suspense/terror consegue consegue dar conta.

08/06/2017 - Heriane (33 anos)

  Ótimo
Denunciar
Bom filme é confesso que me deu um pouco de medo!

23/06/2017 - Aline Montor (26 anos)

  Bom
Denunciar
O Filme é bem feito e tem cenas boas de terror, ao mesmo tempo que é bem intrigante saber o porque de tudo aquilo. Recomendo!

09/08/2017 - Giba Luna Jr. (51 anos)

  Bom
Denunciar
Pra quem gosta do gênero...

19/08/2017 - Flavio Brendler (47 anos)

  Ótimo
Denunciar
Não existe outra nota à dar que não seja 10. O filme é ótimo! É terror na essência, claustrofóbico, sem apelação ao excesso de clichês. Podemos dizer que é terror/suspense/mistério, mas com com tema que reforça mesmo o medo e o terror. História curta, por isso bem conduzida e sem encheção de linguiça ou dramas pessoais desnecessários. Vou atrás de outros filmes do diretor, pois acredito que terei ótimas surpresas. Sou aficcionado em filmes de terror desde a infância e este é um dos melhores e olha, pra eu dizer isso ë muito raro. Pra finalizar quero dizer que aprecio muito os comentários do sr. Sergio Sarmento, sempre bem detalhados e recheado de informações extras. Muito, mas muito melhores do que muitos críticos conhecidos do grande publico. Penso até que deveria fazer um livro com os 500 melhores filmes e suas ótimas resenhas. Uma pessoa que assistiu e assiste tantos filmes e tem tanto conhecimento não pode deixar de nos brindar com este legado. Pense nisso com carinho sr. Sarmento. E vou querer um, autografado! Mas mesmo assim deixo uma ressalva: não faça mais comentários ofensivos à quem assiste filmes em televisão... As TVs de hoje são verdadeiras tela de cinema e, acompanhadas de um bom home theater proporcionam um prazer até superior ao cinema, por não ter barulho de sacos de pipoca o filme inteiro, nem pessoas desagradáveis conversando ou passando na sua frente, além do conforto da sua poltrona e da vantagem de poder pausar, parar, retroceder e rever uma parte que não entendeu ou se distraiu, aumentar ou diminuir o volume, etc. Já foi o tempo em que as TVs eram de tubo e tinham em torno de 20 polegadas, tem que aceitar isso sr. Sarmento, dai se tornará um Deus dos comentários. Forte abraço.

29/08/2017 - Salgueiro (44 anos)

  Bom
Denunciar
Corra para ver esse filme. É muito bom!

Novo Comentário
Faça seu comentário, mas por favor, siga estas regras:
- Não faça perguntas, faça comentários sobre o filme;
- Não conte o final do filme nem partes importantes para o desfecho, mas se necessário marque o texto;
- Seja objetivo e descreva o porquê de sua nota;
- Se você ainda não assistiu ao filme, dê nota "Não vi";
- Não critique outros comentários, apenas faça o seu, sem preconceitos;
- Se você não gosta deste gênero de filme, é melhor não comentar;
- Comentários que descumprirem estas regras, serão excluídos totalmente.

 Agradecemos a colaboração. Bom uso!

O Texto Contém Spoiter? Sim / Não     Selecione o texto com "Spoiler" e click aqui.

Nome: Idade:  Nota:

Últimos Visitados

A Autópsia (The Autopsy of Jane Doe)

Copyright © 2017 www.interfilmes.com - Todos os Direitos Reservados. Acesse a Política de Privacidade.