Share on Google+

A Economia do Amor

  (L'économie du couple)
Sinopse Após 10 anos de amor e o nascimento de seus filhos gêmeos, Boris (Cédric Kahn) e Marie (Bérénice Bejo) decidiram se separar. Por obra do acaso, Boris não consegue um lugar para se realocar e é obrigado a continuar vivendo no mesmo teto que Marie.

Share on Google+

Informações


Título no Brasil A Economia do Amor
Título Original L'économie du couple
Ano Lançamento
Gênero Drama
País de Origem França / Bélgica
Duração100 minutos
Direção
Estreia no Brasil 01/12/2016
Estúdio/Distrib. Imovision
Idade Indicativa 10 anos

Elenco


... Marie Barrault
... Boris Marker
>> Ver todo o Elenco...

Trilha Sonora


“Prelude in B Minor BWV 855 A”Composta por Johann Sebastian Bach
Played by Andrei Yeh, piano
“Bella”Letra de Maître Gims e Maska
Música de Maître Gims e Renaud Rebillaud
Parformed by Maître Gims
(2013)

Trailer



Comentários


01/12/2016 - Sérgio Sarmento (63 anos)

  Ótimo
Denunciar
Assisti NO CINEMA, nesta data, quando do lançamento em algumas cidades, ditas privilegiadas, inclusive a minha, neste enorme pais continental chamado Brasil. E com certeza é mais um belo filme que entra naquela fila dos que "ninguém assiste" NO CINEMA ou naquelas telas ridículas de uma televisão. Olha! Encantador e necessário filme e que nos fala de famílias disfuncionais. O diretor belga Joachim Lafosse nos entrega e nos mostra estes problemas. E praticamente com todos eles dentro de uma bela casa. O drama (99,9%) se passa nesta casa. O casal e as filhas saem para seus afazeres e a câmara fica como a espreita, no aguardo dos acontecimentos para logo após o de sua chegada, novamente. Ficando assim um clima estranho, quase de medo (exagerado!) mas seguramente claustrofóbico. O clima, no geral, é a crise de um casal de meia idade e com quinze anos de concubinato e desta união nasce duas lindas e apaixonantes meninas de 08 anos. O filme também se presta para o casal viverem sempre em discussão. Nos remetendo e abreviando um final totalmente previsível. É obra que que nos comove pela realidade de suas cenas. Mesmo não sendo nada agressiva e muito menos de tamanho descomunal. Mas é mais um filme francês que nos apresenta um intimismo que só o CINEMA característico daquele pais nos leva para tudo aquilo. Mas é sempre, ao meu ver, na representação, de seus atores, que os franceses nos apresentam suas grandes armas. O que é de lindo assistir aquelas duas atrizes mirins. Que até nos parecem irmãs na vida real. Mas pelos seus nomes passam longe disso. Mas uma vez o ator Cédric Kahn tem um desempenho elogiável como pai. Mas quem gostaria de elogiar e dizer de toda minha admiração pelo seu talento e sua beleza é o da atriz franco-argentina Berenice Bejo (que atriz sensacional cruzes!) que o faz com uma naturalidade uma mãe atenta, carinhosa e amorosa. De duas meninas linda! Legal! É mais um filme que saímos absolutamente satisfeitos por aquelas pouco mais de hora e meia de projeção. Uma coisa muito perfeita destes sistemas eletrônicos, digitais e modernos que temos hoje em dia ao nosso dispor. Perfeito!

11/12/2016 - Donaldo Coelho da Silva (74 anos)

  Ótimo
Denunciar
Ninguém não, Sarmento. Vi, ontem, com a minha mulher e adoramos, em especial a atuação das duas atrizes mirins. Ao contrário do que você disse, elas, são, na realidade, irmãs gêmeas. Veja o sobrenome das duas: Jade Soentjens e Margaux Soentjens. Além do mais, podemos dizer que são gêmeas idênticas. Só não gostei da gritaria do casal em diversas cenas. Mas, em compensação, o humor crítico e sarcástico do marido é incrível. Só queria ser pobre morando num belo apartamento como o do casal. Lindo filme, recomendo. Quanto ao outro filmes SANGUE DO MEU SANGUE, não vi por não ter encontrado horário compatível.

Novo Comentário
Faça seu comentário, mas por favor, siga estas regras:
- Não faça perguntas, faça comentários sobre o filme;
- Não conte o final do filme nem partes importantes para o desfecho, mas se necessário marque o texto;
- Seja objetivo e descreva o porquê de sua nota;
- Se você ainda não assistiu ao filme, dê nota "Não vi";
- Não critique outros comentários, apenas faça o seu, sem preconceitos;
- Se você não gosta deste gênero de filme, é melhor não comentar;
- Comentários que descumprirem estas regras, serão excluídos totalmente.

 Agradecemos a colaboração. Bom uso!

O Texto Contém Spoiter? Sim / Não     Selecione o texto com "Spoiler" e click aqui.

Nome: Idade:  Nota:

Últimos Visitados

A Economia do Amor (L'économie du couple)

Copyright © 2016 www.interfilmes.com - Todos os Direitos Reservados. Acesse a Política de Privacidade.