Share on Google+

Até que a Sbórnia nos Separe


Sinopse Sbornia é um pequeno país que sempre viveu isolado do resto do mundo, cercado por um grande muro que não permite o contato com os vizinhos. Um dia, no entanto, um acidente leva à queda do muro, e logo os sbornianos começam a descobrir os costumes modernos. Dois músicos locais, Kraunus (Hique Gomez) e Pletskaya (Nico Nicolaiewsky), observam as reações de seus conterrâneos: enquanto alguns adotam rapidamente a cultura estrangeira, outros preferem reafirmar as tradições sbornianas e resistir ao imperialismo.

Share on Google+

Informações


Título no Brasil Até que a Sbórnia nos Separe
Título Original Até que a Sbórnia nos Separe
Ano Lançamento
Gênero Animação / Comédia / Musical
País de Origem Brasil
Duração85 minutos
Direção /
Estreia no Brasil 30/10/2014
Idade Indicativa 10 anos

Trailer



Comentários


30/10/2014 - Sérgio Sarmento (60 anos)

  Ótimo
Denunciar
Assisti nesta tarde NO CINEMA em 2D mesmo. Quando de sua estreia brasileira. Olha! Belíssima animação! Com um orçamento de 4 milhões de reais. Uma produção de primeira! O filme tem um visual que saltam aos olhos de quem assiste. É filme baseado em uma peça de teatro que durante seus últimos trinta anos vinha sendo apresentada no verão escaldante de janeira na capital do estado mais meridional do Brasil. E que levava o nome de Tangos e Tragédias dos afamados artistas Hique Gomez e Nico Nicolaiewsky. E nos fala de uma ilha. Um pais fictício atrasado e chamado Sbórnia e de outro, no continente, adiantado com uma população de endinheirado de abonados que de uma maneira ou outra nutre uma obsessão por uma Sbórnia muito estranha. Mas tem igualmente a paixão, o romance o namoro de uma garota rica do continente por um musico da ilha. Tipo assim um coisa proibida. O musico como não poderia deixar de ser é Nico Nicolaiewsky um sujeito muito gozado mesmo. É filme que serve ainda de homenagem para morte deste artista ocorrida em fevereiro de 2014. O estranho é que na cópia que assisti ao filme não constava está homenagem tão necessária. É filme que merece nossa ida ao cinema. Para prestigiar uma produção rara de brasileiros que é uma animação e com cópias em 3D. E por fim gostaria de dizer que devido a morte do cantor o artista Nicolaiewsky jamais teremos, como nos últimos 30 anos neste formado, a peça Tangos & Tragédias. O que é profundamente lamentável tudo isso.

31/05/2015 - Renan (21 anos)

  Ótimo
Denunciar
Nada não, nada mesmo.

Novo Comentário
Faça seu comentário, mas por favor, siga estas regras:
- Não faça perguntas, faça comentários sobre o filme;
- Não conte o final do filme nem partes importantes para o desfecho, mas se necessário marque o texto;
- Seja objetivo e descreva o porquê de sua nota;
- Se você ainda não assistiu ao filme, dê nota "Não vi";
- Não critique outros comentários, apenas faça o seu, sem preconceitos;
- Se você não gosta deste gênero de filme, é melhor não comentar;
- Comentários que descumprirem estas regras, serão excluídos totalmente.

 Agradecemos a colaboração. Bom uso!

O Texto Contém Spoiter? Sim / Não     Selecione o texto com "Spoiler" e click aqui.

Nome: Idade:  Nota:

Últimos Visitados

Até que a Sbórnia nos Separe (Até que a Sbórnia nos Separe)

Copyright © 2017 www.interfilmes.com - Todos os Direitos Reservados. Acesse a Política de Privacidade.