Share on Google+

Rei Arthur - A Lenda da Espada

  (King Arthur: Legend of the Sword)
Sinopse O ACLAMADO DIRETOR GUY RITCHIE apresenta em seu estilo único a história por trás do mito de Excalibur que mostra a trajetória de Arthur das ruas até o trono. Quando seu pai é assassinado e seu tio recebe a coroa, Arthur vê seu direito de se tornar rei cerceado e terá de crescer do modo difícil nos becos da cidade. Mas a partir do momento em que ele tira a espada da pedra, sua vida fica de cabeça para baixo e ele precisará compreender seu verdadeiro legado.

Share on Google+

Informações


Título no Brasil Rei Arthur - A Lenda da Espada
Título Original King Arthur: Legend of the Sword
Ano Lançamento
Gênero Ação / Aventura / Drama
País de Origem EUA
Duração126 minutos
Direção
Estreia no Brasil 18/05/2017
Estúdio/Distrib. Warner Bros. Pictures
Idade Indicativa 14 anos

Elenco


... Arthur
... The Mage
>> Ver todo o Elenco...

Trilha Sonora


“The Life ”Escrita por Gareth Williams
Licensed
“The Devil e The Huntsman ”Interpretada por Sam Lee
Escrita por Sam Lee e Daniel Pemberton
>> Ver toda a Trilha Sonora...

Trailer



Comentários



  >> Ver todos os Comentários...

20/05/2017 - Sidney (25 anos)

  Ótimo
Denunciar
Guy Ritchie emprega seu Rei Arthur um estilo de direção que o consagrou no cinema, com muita ação e uma trilha sonora sensacional. Muito bom!

21/05/2017 - Wagner (33 anos)

  Regular
Denunciar
Fui no cinema hoje, acabei decidindo assistir este Rei Arthur por falta de opções e não gostei do filme. Achei o filme muito estranho, o produtor parece meio perdido na história, senti que as cenas parecem não ter uma ordem correta, uma hora mostra a cena em um lugar e depois vai para um outro lugar diferente... Achei meio confuso. Um elogio para o filme são os efeitos especiais quando Arthur está com a espada, realmente muito bons, mas o filme é fraco. As atuações dos atores não convencem, a trilha sonora é péssima (Mas que trilha sonora esquisita, Meu Deus!) e a história é entediante, cheguei a querer que o filme acabasse logo e olha que isso é bem raro de acontecer comigo. Acho que poderiam ter feito um filme bem melhor com 175 milhões de dólares. Um filme regular somente pelos efeitos especiais. Não recomendo.

22/05/2017 - Michele (35 anos)

  Ruim
Denunciar
Nunca vi uma roupa de guerreira tão limpa qto do Rei Arthur (e branca/creme/off white, defina como quiser) hehehehe. Os efeitos até que são bonzinhos, mas o roteiro, as interpretações dos atores, o figurino, ou seja, todo o resto, que negação, péssimos, mais fraco que isso impossível. Pior versão (e a mais cara provavelmente).

22/05/2017 - Sérgio Sarmento (63 anos)

  Ruim
Denunciar
Assisti NO CINEMA, nesta data, no popular e tradicional 2D dublado (é o que tínhamos para o momento). Olha! Não gostei do filme! O diretor britânico e ex marido da pop star Madona é o tipo de cineasta que sempre diz ao que veio. Ele começou nos anos final dos anos 90 imitando um cinema realmente de exceção que era o do Tarantino, em seu arrojo criativo, com seus dois filmes de gênero comédia policial (na real é o que mais me parece, pois ele na real tentou e tenta sempre fazer filmes autorais) muito bom que foram Jogos, Trapaças e Dois Tiros Fumegantes (1998) e Snatch - Porcos e Diamantes (2000). Depois surgiram outros como Revolver (2005) e finalmente um dos melhores que é Agente da U.N.C.L.E (2015) e realizei um comentário vibrante e nostálgico para o IF em 09.09.2015. O preâmbulo que realizei acima é tão somente para dizer da admiração que tenho para com este diretor inglês. Mas acontece que neste ano e em uma super produção de quase 200 milhões de dólares (o que prova que o cara tem prestigio) nos chega este Rei Arthur - A lenda da Espada. É mais um filme que procura dar uma nova visão pós moderna e atualizar filmes do século passado como já aconteceu com A Lenda de Tarzan (2016). Mas este do ano passado como este Rei Arthur a coisa não funciona. Em um filme que mais procura no onírico, nas idéias de mudança, nos sonhos dos roteiristas que são o próprio diretor. E pasmem! Mais quatro pessoas. Eu disse: Quatro pessoas! Portanto ficou uma coisa intragável. Mastodonte e confusa. É claro que os efeitos gráficos chamam a atenção. Mas é o que mais? Nada! Pois o elenco é muito ruim. Mas onde foram encontrar este ator Charlie Hunnam que faz Arthur? Cruz credo! O cara é ruim "de doer". E digo mais! Não tem carisma algum no papel de um protagonista como Arthur. Fazer um figura mitológica como foi o Rei Arthur não é para qualquer "pica fumo", não. Jude Law que é sabidamente um bom ator está totalmente perdido. Eric Bana aparece pouco em cena e não temos como classificar tal figura. Para não dizer que não " "falei de flores" indico como melhor do elenco a espanhola Astrid Berges-Frisbey que faz um papel de bruxa muito bem convincente. Por fim gostaria de dizer que é mais uma produção milionária e que não nos apresenta nada de novo, mas nos garante um enorme vazio no quesito diversão e que lamentavelmente frustra todas as nossas expectativas. Só tenho que lamentar mais "uma baixaria" desta e escrever: Cruz credo!

22/05/2017 - Daniel de Medeiros (35 anos)

  Regular
Denunciar
Achei o filme bem estilo cinema pipoca, entretenimento pra passar o tempo apenas, boas cenas de ação, mas nada que vá muito além disso. Ao meu ver ficou bem abaixo dos outros filmes do personagem, primeiro porque o protagonista não convence no papel, segundo porque essa nova história, com toda licença poética que o diretor tem em inovar, me pareceu muito distante da tradicional. Enfim, esse Arthur mais "moderninho" não me convenceu.

26/05/2017 - Alemao_dpx (27 anos)

  Regular
Denunciar
Achei que perderam a oportunidade de emplacar uma boa franquia. As idéias são boas, mas mal executadas. O pessoal da edição tem levar um choque, os que são responsáveis pelos filmes (nos games mandam muito bem, como por exemplo, franquia injustice e mortal combate) eles falham na edição, com cortes e algumas erros de seguimentos que prejudicam o enredo do filme (similar ao que ocorre em Batman vs Superman e Esquadrão S. ). Em matéria de elenco, o ponto negativo foi a escolha do Jude Law para tal papel, ele é muito peculiar, dificilmente consegue mudar sua expressão. O filme conta com uma breve aparição de David Beckham, se arriscando como ator. Filme sessão da tarde.

30/05/2017 - Michel Ribeiro (25 anos)

  Ruim
Denunciar
Lixo de filme. Extremamente mal conduzido... Não consegui assistir até ao final.

02/06/2017 - Rudrigui (34 anos)

  Ruim
Denunciar
Bem Mística a historinha! Caramba se não fosse as cenas de ação em camera lenta o filme levaria nota péssima! CONCORDO COM quem mencionou PERDERAM A MÃO... Os caras coalharam, embalaram o pirão, desoneraram o caldo... Filme PODRE... Gostei do Pôster só... Ainda tinha fé no ator cover de Brad Pit... Mas o cavaleiro éfraco de expressão e de trabalho... Qd olhei aqui no interfilmes e em outros sites especializados que deram nota boa ainda tive uma ponta de esperança... Fui pela emoção e pela nota do grande NOBRE... Mas dessa vez o SARMENTO botou quente... Dessa vez nossa nota bateu na cartela premiada do Bingo... Hehhe... RUIM... Não assistam nem no cinema nem nos filmes on line... Horroroso.

06/06/2017 - Daniel Feitosa (27 anos)

  Ótimo
Denunciar
Filme bem dirigido, com ótimas atuações, efeitos especiais incríveis. Apesar de ser um filme de época não é cansativo.

08/06/2017 - Heriane (33 anos)

  Ótimo
Denunciar
Adorei me prendeu bastante e achei a trilha sonora ótima uns dos filmes que mais gostei esse ano.

19/06/2017 - Samuel (26 anos)

  Regular
Denunciar
Olha, pensei que seria melhor, tem boas cenas de ação com grandes efeitos especiais, mas o enredo é contado de forma apressada demais o que faz com que nada tenha importância. É um filme de sessão da tarde mesmo.

29/07/2017 - Dexter (46 anos)

  Ruim
Denunciar
Meu Deus... Que decepção. O que que o Jude Law, (perdidaço) estava fazendo no papel de vilão? E Eric Bana, o melhor ator do filme, que só teve alguns minutinhos de glória. Coitada então da Annabelle Wallis, ficou sem diálogo. Não vou falar que é desperdício de talentos porque os atores principais foram péssimos. E a trilha sonora? Horrível demais. Nada nesse filme me agradou, o que é muito triste, pois estava esperançoso. O Rei Arthur (2004) de Antoine Fuqua é de longe o melhor filme já feito sobre esse Conto. Assista Rei Arthur - A Lenda da Espada, se você não tiver mais nada pra fazer.

09/08/2017 - Alessandro (33 anos)

  Ruim
Denunciar
Fim ruim, o que esperar deste diretor? Só os efeitos que ainda salvam o filme porque o roteiro e as interpretações... Enfim, filme totalmente esquecível.

22/08/2017 - André Soares (36 anos)

  Péssimo
Denunciar
Péssimo filme, poucas cenas de ação, muito enrolado.

11/09/2017 - Inácio (56 anos)

  Péssimo
Denunciar
Tosco, horroroso, medonho nunca vi nada tão ruim. Plagiando o ótimo Sérgio Sarmento, cruz credo!

Novo Comentário
Faça seu comentário, mas por favor, siga estas regras:
- Não faça perguntas, faça comentários sobre o filme;
- Não conte o final do filme nem partes importantes para o desfecho, mas se necessário marque o texto;
- Seja objetivo e descreva o porquê de sua nota;
- Se você ainda não assistiu ao filme, dê nota "Não vi";
- Não critique outros comentários, apenas faça o seu, sem preconceitos;
- Se você não gosta deste gênero de filme, é melhor não comentar;
- Comentários que descumprirem estas regras, serão excluídos totalmente.

 Agradecemos a colaboração. Bom uso!

O Texto Contém Spoiter? Sim / Não     Selecione o texto com "Spoiler" e click aqui.

Nome: Idade:  Nota:

Últimos Visitados

Rei Arthur - A Lenda da Espada (King Arthur: Legend of the Sword)

Copyright © 2017 www.interfilmes.com - Todos os Direitos Reservados. Acesse a Política de Privacidade.