Share on Google+

Cães Selvagens

  (Dog Eat Dog)
Sinopse A história de três homens que saíram da prisão e agora terão de se adaptar a vida civilizada. Troy, um mentor distante, procura uma vida limpa e sem complicações, mas não consegue ficar longe do seu ódio pelo sistema. Diesel tem seu interesse em sua casa suburbana e sua esposa diminuindo com o tempo. E Mad Dog, é o mais insatisfeito de todos, que procura por um crime perfeito. Mais uma chance e todos estarão satisfeitos.

Share on Google+

Informações


Título no Brasil Cães Selvagens
Título Original Dog Eat Dog
Ano Lançamento
Gênero Ação / Policial / Drama
País de Origem EUA
Duração93 minutos
Direção
Estreia no Brasil 06/04/2017
Estúdio/Distrib. Imagem Filmes
Idade Indicativa 16 anos

Elenco


... Troy
... Mad Dog
>> Ver todo o Elenco...

Trailer



Comentários


06/03/2017 - Henrique (59 anos)

  Ruim
Denunciar
Paul Schrader é um ótimo diretor que fez muito sucesso nos anos 70/80 (Taxi Driver, Touro Indomável, etc), mas ultimamente não vem fazendo grandes obras. Nesse Cães Selvagens, quis diferenciar com aquelas cenas de humor negro e cortes rápidos, mas não agradou. Ao menos à mim. Nicolas Cage no geral, continua não agradando e não consegue se reerguer. De doer!

31/03/2017 - Henrique (59 anos)

  Não vi
Denunciar
Voltei para corrigir minha falha no comentário acima (nossa, que idiota rssr). Paul Schrader não dirigiu Taxi Driver e Touro Indomável (quem dera ele tivesse a genialidade de Martin Scorsese), ele é um diretor razoável que se até hoje não fez grandes obras, com a idade que esta dificilmente fará. Por favor não me joguem pedras kkkk.

10/04/2017 - Sérgio Sarmento (63 anos)

  Bom
Denunciar
Assisti NO CINEMA, nesta tarde, quando de sua estreia nacional efetivada na realidade em 06.04 passado. Olha! Filme bizarro! A primeira cena já diz o que vai ser o filme. O diretor faz uma tomada de cena das mais violentas que temos presenciado nos últimos anos NO CINEMA. E ao longo do filme teremos muito mais violência. Mas são cenas que procuram mais mostrar o caráter da violência dos personagens que são (a sinopse dá os detalhes) ex presidiários do que propriamente seus excessos propriamente dito. Pois a violência é uma das característica monstruosas de uma sociedade em que vivemos. Não precisamos sair das fronteiras brasileiras para perceber tudo isso que o filme nos relata. E que no geral vem sempre acompanhada pelos excessos em drogas. Igualzinho ao filme Cães Selvagens. O filme também é estranho por mostrar cenas bem realizadas e outras não tanto. Formando com isso o que chamaríamos, no século passado, de produção B e que na pratica se confirma de baixo orçamento. A obra cinematográfica, ainda, nos apresenta um trio marginal de ótimas atuações. A começar pelo sempre notável Willem Dafoe. Provando que o filme é bizarro este ator americano confirma mais uma vez uma performance de camaleão. O cara se adapta naquele personagem marginal que faz de uma maneira prazerosa. Parecendo que cada tomada de cena que faz que sua loucura cresce de uma maneira geométrica. Sensacional! Cruz credo! Mas recupera também um ator que fazia anos que não assistia uma boa atuação sua. Falo de Nicolas Cage. E se compararmos ele com ele mesmo sua atuação é esplendorosa. É outro que está sensacional. Mas igualmente quem vai muito bem obrigado é "um tal", pois não conhecia ou não lembro, de Christopher Matthew Cook. Por não conhecer ele diria que, sem sobra de duvidas, sua atuação é algo de notável, mesmo. O filme, o preço da entrada, vale pela atuação deste "trio de ouro". Perfeito! Por fim gostaria de falar deste outra bom diretor/roteirista que é o veterano (ele já fez 70 anos) que é Paul Schrader. E que nos anos 1980 dirigiu dois filmes alentadores. Falo de Gigolô Americano (1980) e Mishima: Uma Vida em Quatro Tempos (1985). Mas realizou o roteiro de duas obras primas do diretor Martin Scorsese que são Taxi Driver (1976) e de Touro Indomável (1980) e o roteiro de um dos melhores filmes do então grande e notável diretor Brian De Palma que é Trágica Obsessão (1976). É desnecessário dizer. Mas mesmo assim o faço, pela simples razão que de tempos em tempos, temos novos leitores que me dão o prazer de lerem minhas sinopses. E depois, para minha alegria de homem de cinema, vós digo que assisti estes CINCO filmes citados por mim, acima, NO CINEMA, e o mais importante, em "tempo real". E que no geral concordo com o colaborador acima o de que Paul Schrader não vem dirigindo muito bem seus filmes nos últimos anos. E que por isso minha alegre surpresa por este rebento chamado Cães Selvagens que é muito bom.

Novo Comentário
Faça seu comentário, mas por favor, siga estas regras:
- Não faça perguntas, faça comentários sobre o filme;
- Não conte o final do filme nem partes importantes para o desfecho, mas se necessário marque o texto;
- Seja objetivo e descreva o porquê de sua nota;
- Se você ainda não assistiu ao filme, dê nota "Não vi";
- Não critique outros comentários, apenas faça o seu, sem preconceitos;
- Se você não gosta deste gênero de filme, é melhor não comentar;
- Comentários que descumprirem estas regras, serão excluídos totalmente.

 Agradecemos a colaboração. Bom uso!

O Texto Contém Spoiter? Sim / Não     Selecione o texto com "Spoiler" e click aqui.

Nome: Idade:  Nota:

Últimos Visitados

Cães Selvagens (Dog Eat Dog)

Copyright © 2017 www.interfilmes.com - Todos os Direitos Reservados. Acesse a Política de Privacidade.