Share on Google+

Beasts of No Nation


Sinopse Em uma cidade africana, Agu (Abraham Attah) é uma criança, que atingida pela guerra, é transformada em soldado. Após a morte de seu pai por militantes, ele é obrigado a abandonar sua família para lutar na guerra civil da África do Sul, instruído por um grande comandante (Idris Elba) que o ensinará os caminhos de um conflito.

Share on Google+

Informações


Título no Brasil Beasts of No Nation
Título Original Beasts of No Nation
Ano Lançamento
Gênero Drama / Guerra
País de Origem EUA
Duração137 minutos
Direção

Trilha Sonora


“By The Kiss”Por M-83

Trailer



Comentários


17/10/2015 - Douglas (21 anos)

  Ótimo
Denunciar
Olha, eu gostei. Bem escrito e bem dirigido. A netflix está de parabéns em lançar um filme assim.

14/11/2015 - Sylvia Lopes (34 anos)

  Regular
Denunciar
Não há exatamente nada de espetacular nessa pequena produção, considerando que a crueldade na África já foi demonstrada em diversos outros filmes. Mas também é inegável o choque a que o espectador é submetido ao deparar com tanta violência e crueza na vida de um pobre menino retirado de sua família para transformar-se num guerrilheiro tribal. É de muita miséria, tristeza e desolamento a situação do continente africano, não havendo esperança alguma de melhora. Um território de injustiças, desequilíbrio, ignorância, descrença. Nossos irmãos afro são, sem dúvida, o povo mais sofrido da face da Terra, e olha que essa disputa é ferrenha, tendo em vista a imensidão de nações desiguais e sem lei existentes no mundo. Um garoto que, além de perder seus parentes, abrir mão de seus sonhos e de sua infância, deve aprender a pegar em armas, matar gente, destruir cidades, ao mesmo tempo em que ainda brinca com outras crianças, quando a barbárie onde está inserido permite-lhe algum momento de folga. Sobreviver num ambiente desses, de alta mortalidade, fome, privações, e sem perspectiva de qualquer futuro que seja, é tão ou mais comovente que a carnificina perpetrada sob vítimas inocentes. E ao final, no caso de se conseguir escapar a esse inferno, o que fazer? Já não há mais família, casa, amigos, expectativas de um amanhã promissor. Só há remorso e culpa. Tudo que o protagonista terá se tornado é um monstro, uma máquina de destruição que fuzilou pessoas e depredou as humildes construções em que passou. Como o planeta faz questão de virar as costas para essa realidade, não vejo um horizonte pacífico na África. Foi assim e sempre será: um lugar esquecido pelas nações mais ricas, onde impera a lei do mais forte e onde os fracos não têm vez. Todo filme sobre o cotidiano africano me aflige e deixa aquela sensação incômoda: a eterna impotência e a certeza absoluta de que mais notícias catastróficas virão daquele pedaço de mundo no qual as tragédias humanitárias são uma rotina. Uma tristeza sem fim...

24/11/2015 - Marco (33 anos)

  Ótimo
Denunciar
Excelente filme, bem envolvente, retratando situações que se passam no continente africano.

29/03/2016 - Thalys (24 anos)

  Ótimo
Denunciar
Pouco conhecido, mas o filme é ótimo, atuação do Idris Alba, esta impecável, um dos melhores produtos da netflix.

26/03/2017 - Cri-crítico (49 anos)

  Regular
Denunciar
Dá para assistir, mas nada de extraordinário... Nota 6.

Novo Comentário
Faça seu comentário, mas por favor, siga estas regras:
- Não faça perguntas, faça comentários sobre o filme;
- Não conte o final do filme nem partes importantes para o desfecho, mas se necessário marque o texto;
- Seja objetivo e descreva o porquê de sua nota;
- Se você ainda não assistiu ao filme, dê nota "Não vi";
- Não critique outros comentários, apenas faça o seu, sem preconceitos;
- Se você não gosta deste gênero de filme, é melhor não comentar;
- Comentários que descumprirem estas regras, serão excluídos totalmente.

 Agradecemos a colaboração. Bom uso!

O Texto Contém Spoiter? Sim / Não     Selecione o texto com "Spoiler" e click aqui.

Nome: Idade:  Nota:

Últimos Visitados

Beasts of No Nation (Beasts of No Nation)

Copyright © 2017 www.interfilmes.com - Todos os Direitos Reservados. Acesse a Política de Privacidade.