Share on Google+

Jovens, Loucos e Mais Rebeldes

  (Everybody Wants Some!!)
Sinopse Dentro e fora do campo, um grupo de jogadores de beiseboll da faculdade traça o seu caminho diante das novidades e loucuras da vida adulta que se inicia. Encarando as liberdades e as responsabilidades dessa fase da vida, eles crescem e se conhecem.

Share on Google+

Informações


Título no Brasil Jovens, Loucos e Mais Rebeldes
Título Original Everybody Wants Some!!
Ano Lançamento
Gênero Comédia
País de Origem EUA
Duração117 minutos
Direção
Estreia no Brasil 20/10/2016
Estúdio/Distrib. California Filmes
Idade Indicativa 14 anos

Elenco


... Jake
... Jay
>> Ver todo o Elenco...

Trilha Sonora


“My Sharona”Escrita por Doug Fieger, Berton Averre
Interpretada por The Knack
Publicada por Eighties Music (ASCAP) / Small Hill Music (ASCAP)
“Gold”Escrita por John Stewart (como John C Stewart)
Interpretada por John Stewart (feat. Stevie Nicks)
Publicada por Unichappell Music Inc.
>> Ver toda a Trilha Sonora...

Trailer



Comentários


13/09/2016 - Wesley S. (25 anos)

  Ruim
Denunciar
Filme sem enredo. Não aborda realmente nenhum tema secundário, fora a introdução de um grupo de jovens em uma universidade. Muito abaixo do que eu esperava.

13/10/2016 - Henrique (58 anos)

  Bom
Denunciar
Jovens, loucos e muito legais, assim são esses amigos quase que inocentes, que no início dos anos 80 curtiam a vida, de boa, lembrei-me de minha época de solteiro, não éramos tão doidos assim, mas varávamos as noites de sábado ao som da disco (só não rolava droga rsrsr), ou não existia na época ou éramos caretas mesmo. Voltando ao filme, gostei muito, bem produzido, trilha sonora de primeira e muito divertido.

11/11/2016 - Sérgio Sarmento (63 anos)

  Ótimo
Denunciar
Assisti NO CINEMA, nesta data, quando finalmente (ufa!) tivemos seu lançamento em minha cidade. Olha! Baita filme inconsequente! O diretor texano Richard Linklater prova mais uma vez seu talento para fazer filmes que tem "o tempo" como mediador de seu espetáculo. Foi assim na lindíssima trilogia sobre o amor entre duas pessoas (tanto carnal e afetivo ou vice-versa) em todas suas licenciaturas. Falo da trilogia chamada: Antes do Amanhecer (1995), Antes do Pôr-do-Sol (2004) e Antes da Meia-Noite (2013). Mas principalmente de sua obra-prima chamada BOYHOOD (2014). Que o mestre diretor levou 12 anos. Eu disse 12 anos, para ser filmada, é claro, de propósito. Que era para o seu espectador sentir as transformações e idiossincrasia de seus personagens. Depois disso tudo não é que mais uma vez o cineasta texano e de Houston volta para o tempo e trás personagens são utilizados em seu Jovens, Loucos e Rebeldes (1993). Resgatando jovens que estão cursando faculdades no ano de 1988. É uma loucura geral mesmo! Tudo na base do sexo, drogas, festas e rock roll (não necessariamente nesta ordem). A alegria é geral mesmo! E a propósito, tudo isso me fez lembrar quando tinha a idade deles. Gente! Só pessoas "anormais" não viveram, pelo menos parte, da vida que os personagens do filme tiveram. Como bem escreveu, com outras palavras, o colega Henrique acima. O filme tem uma belíssima reconstituição de época. Como é linda aquela cidade retratada no filme. Que se não me engano é em Huston, no estado americano do Texas. Como eram lindos aqueles carros antigos! Com um notável elenco onde só vou destacar um personagem no meio daquela "bagunça" toda. Falo da personagem Beverly vivido pela cativante, simpática e querida atriz Zoey Deutch. A pessoa mais amorosa e humana naquele verdadeiro caos que era movido naquele lugar. Por fim diria que é filme que todos nós (ditos normais, é claro) vamos encontrar alguma coisa para não sairmos DO CINEMA indiferentes. Isso tenho a mais absoluta certeza!

06/02/2017 - Bronco (38 anos)

  Regular
Denunciar
Não sei se é certo relacionar esse filme com "Jovens Loucos e Rebeldes", como induz o título em PT-BR. Em comum, apenas a narrativa non sense e falta de uma estrutura convencional. Mas se "JLeR" acertou construindo personagens com os quais até conseguimos nos relacionar, neste aqui é realmente difícil se importar com os "dramas" pessoais de cada um. Soma-se a isto o fato de basicamente não haver personagens gostáveis e a sensação de que são um bando de trintões com cara de cafetões fazendo papéis de 18-20 anos. Curiosamente, as drogas não são o centro das atenções aqui, mas realmente sobra muito pouco para que o telespectador possa se sentir envolvido com a "trama", exceto talvez pela temática esportiva de beisebol, que pode agradar os fãs e/ou interessados no esporte. Um aspecto interessante, entretanto, é técnico: a fotografia utilizada remete diretamente àquele período no início dos anos 80, com uma agradável tonalidade de fim de tarde que torna filmes como "Picardias Estudantis" ainda mais envolventes.

07/10/2017 - Paulo Nobre (60 anos)

  Regular
Denunciar
O diretor Richard Linklater foi quem teve a ideia de filmar um garoto durante durante 12 anos e transformar isso no audacioso filme Boyhood, que eu particularmente achei apenas regular. Embora tenha dirigido três grandes filmes, que formaram uma trilogia, esse achei apenas regular. A história ficou um pouco arrastada, salvando o filme, apenas a excelente trilha sonora.

Novo Comentário
Faça seu comentário, mas por favor, siga estas regras:
- Não faça perguntas, faça comentários sobre o filme;
- Não conte o final do filme nem partes importantes para o desfecho, mas se necessário marque o texto;
- Seja objetivo e descreva o porquê de sua nota;
- Se você ainda não assistiu ao filme, dê nota "Não vi";
- Não critique outros comentários, apenas faça o seu, sem preconceitos;
- Se você não gosta deste gênero de filme, é melhor não comentar;
- Comentários que descumprirem estas regras, serão excluídos totalmente.

 Agradecemos a colaboração. Bom uso!

O Texto Contém Spoiter? Sim / Não     Selecione o texto com "Spoiler" e click aqui.

Nome: Idade:  Nota:

Últimos Visitados

Jovens, Loucos e Mais Rebeldes (Everybody Wants Some!!)

Copyright © 2017 www.interfilmes.com - Todos os Direitos Reservados. Acesse a Política de Privacidade.