Share on Google+

Animais Fantásticos e Onde Habitam

  (Fantastic Beasts and Where to Find Them)
Sinopse O excêntrico magizoologista Newt Scamander (Eddie Redmayne) chega à cidade de Nova York com sua maleta, um objeto mágico onde ele carrega uma coleção de fantásticos animais do mundo da magia que coletou durante as suas viagens. Em meio a comunidade bruxa norte-america que teme muito mais a exposição aos trouxas do que os ingleses, Newt precisará usar suas habilidades e conhecimentos para capturar uma variedade de criaturas que acabam saindo da sua maleta.

Share on Google+

Informações


Título no Brasil Animais Fantásticos e Onde Habitam
Título Original Fantastic Beasts and Where to Find Them
Ano Lançamento
Gênero Aventura
País de Origem Reino Unido / EUA
Duração140 minutos
Direção
Estreia no Brasil 17/11/2016
Estúdio/Distrib. Warner Bros. Pictures
Idade Indicativa 12 anos

Elenco


... Newt Scamander
... Credence
>> Ver todo o Elenco...

Trilha Sonora


“Blind Pig”Escrita por Mario Grigorov & J.K. Rowling
Produzido por Mario Grigorov

Trailer



Comentários


02/03/2016 - Sérgio Sarmento (62 anos)

  Não vi
Denunciar
Confesso que não sou muito fadado em comparecer neste local quando, ainda, não assisti os filmes. Mas estou aqui por um simples razão. Assisti nesta tarde, NO CINEMA, o trailer deste filme. Não custa dizer que o visual do filme é muito bonito. E com isso promete! Mas estou aqui para falar dos (des)critérios deste pessoal que fazem a programação de cinemas neste país. Gente! Esse filme só vai entrar nas salas cinematográficas em. Pasmem! 17.11.2016 e exatamente há nove meses de sua estreia. Pessoal! Isso é o tempo de uma gestação humana. E os caras, sem pudor algum, estão massacrando cinéfilos (pessoas que só assistem filmes em tela grande), como eu, com esse tipo de expediente. Quando, em verdade, tem muitos filmes, calculo em mais de duzentos, para serem lançados e assistidos até lá. Mas antes da apresentação dos mesmos tem que ser apresentados estes benditos trailer para que possamos ver. Portanto estou escrevendo sobre uma coisa bem rara, ou seja, trailer de filmes que vamos apreciar só no final de 2016. É dose! Podem ter certeza! Mas é o que resulta quando adentramos diariamente em uma sala de cinema. Isso sim, posso afiançar para vocês, é a melhor parte da vida de todos os cinéfilos (vocês já sabem o que é isso). E tenho dito!

16/11/2016 - Fvfraga (30 anos)

  Ótimo
Denunciar
[Parág. ] Passaram-se quase vinte anos desde o lançamento do primeiro livro da série Harry Potter, escrita por J. K. Rowling, ‘Harry Potter e a Pedra Filosofal’ (1997), que foi acompanhada por toda uma geração, hoje já adulta. Já se vão cerca de dez anos desde a publicação do último livro da saga, ‘Harry Potter e as Relíquias da Morte’ (2007), seguido de ‘Os Contos de Beedle, O Bardo’ (2008). Os leitores que não tinham novas histórias durante todo este tempo, foram contemplados neste ano com o lançamento em livro, da peça de teatro, ‘Harry Potter e a Criança Amaldiçoada’ (2016). [Parág. ] No cinema, foram-se quinze anos desde o primeiro filme ‘Harry Potter e a Pedra Filosofal’ (2001) e cinco desde o último filme ‘Harry Potter e as Relíquias da Morte’ – Parte 2’ (2011). Muitos dos fãs mais jovens na época, sejam leitores ou espectadores, considerando-se que tinham entre cinco e dez anos quando tiveram o primeiro contato com as histórias do bruxinho, hoje são jovens adultos e em alguns casos, já são até pais. Com o lançamento de ‘Animais Fantásticos e Onde Habitam’ (2016), agora eles vão ter uma nova experiência, ao levar seus filhos ou irmãos menores, para terem seu primeiro contato dentro da sala de cinema com o “mundo bruxo”. [Parág. ] Só estes fatores já seriam suficientes para garantir o sucesso de ‘Fantastic Beasts and Where to Find Them’, que somados ao sentimento de “nostalgia”, que será proporcionado a um público ansioso em voltar ao mundo de Harry Potter e seus amigos, é um ambiente propício para que o filme se torne um dos mais rentáveis de 2016. David Yates, diretor conhecido pelos quatro últimos filmes da própria franquia “Potter” e que estreou este ano outro longa-metragem, o visualmente exagerado ‘A Lenda de Tarzan’ (2016), retorna na direção. A Warner Bros. Demonstra que confia muito no trabalho dele, pois já o escalou para todas as próximas quatro continuações de “Animais Fantásticos”. Isso se justifica pelo fato de que Yates, apesar de não projetar nada de caracteristicamente mais original ou autoral, como os outros diretores das primeiras produções, Chris Columbus e Alfonso Cuarón, pelo menos mantém um trabalho coerente e que ascende em qualidade técnica a cada continuação. [Parág. ] A escolha de Edie Redmayne para interpretar Newt Scamander certamente foi a mais correta, os próprios produtores revelaram que nunca houve a intenção de escolher outro, senão Redmayne. Conforme relataram, a sua confiança nele foi ainda mais reforçada, com a boa vontade do ator britânico em ensaiar incansavelmente com os demais atores interessados nos outros papéis, o que geralmente nem todo ator recém “oscarizado” se dispõe a fazer. Assim como Edie se encaixou perfeitamente em personagens anteriores, como em ‘A Teoria de Tudo’ e ‘A Garota Dinamarquesa’, também não conseguimos imaginar outro ator que ficasse tão bem como Scamander. Seus trejeitos delicados e introvertidos nos convencem facilmente que ele é uma espécie de “nerd bicho-grilo”, fascinado com os animais fantásticos e que se identifica mais com eles do que com humanos. Essa versatilidade demonstra ainda mais a qualidade de atuação de Redmayne e confirma que foi acertada a decisão da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de premiá-lo em 2015. [Parág. ] O ponto forte do “universo Harry Potter” sempre foi sua construção do mundo mágico e os animais de fantasia sempre se apresentaram como uma característica deslumbrante, a mais, em toda a série. Utilizar o livro ‘Animais Fantásticos e Onde Habitam’ (2001), escrito por Rowling, sob o pseudônimo de Newt Scamander era a escolha obvia para uma nova franquia mágica, com incontáveis possibilidades para serem exploradas nos próximos filmes. Como esperado, a gama de bichos mágicos apresentada já neste primeiro longa é muito criativa e provavelmente vai encantar os fãs, tanto crianças quanto adultos, principalmente por causa de seu apuro visual, que utiliza os efeitos especiais bastante aprimorados desde os primeiros filmes, que a atual tecnologia proporciona. Todos os animais mágicos são muito “reais” e não decepcionam o nosso imaginário. [Parág. ] Inegavelmente este é um filme mais “maduro” com temas mais “sérios”, o que era necessário para uma série que se estende em sua segunda década e planejada para uma terceira. Temas mais políticos, como leis, guerras e proteção da fauna ambiental estão mais desenvolvidos aqui. Entretanto, o roteiro original escrito pela própria autora dos livros, apesar de saber apresentar novos personagens carismáticos, como conhecemos de seus livros, perde um pouco de qualidade, por se obrigar a criar “pontes” para as continuações. Era necessário estabelecer novos elementos mitológicos e lendas, assim como conectar com a franquia original, mas há um excesso de referências neste primeiro filme, que só se desenvolverão no terceiro ou quarto. A direção de Yates está mais segura, conseguindo manter um tom narrativo coerente durante os três atos, mesmo que nem sempre pareça estar em consonância com o ritmo cadenciado e de suspense, que Rowling tenta atribuir a sua escrita. Provavelmente isso se dá pela necessidade de que a história seja mais ação do que suspense, para segurar a atenção até do público infantil mais jovem. [Parág. ] Personagens e seus respectivos atores como Porpentina Goldstein (Katherine Waterston), Jacob Kowalski (Dan Fogler) e Queenie Goldstein (Alison Sudol), conseguem empolgar com suas atuações e carisma. Porém, outros como Percival Graves (Colin Farrell), Credence (Ezra Miller), Mary Lou Barebone (Samantha Morton) e especialmente Gellert Grindelwal (Johnny Depp), estão subutilizados e poderiam ter contribuído muito mais se tivessem mais tempo em tela, infelizmente vamos ter que esperar para ver mais deste último citado só nos próximos longas. ‘Animais Fantásticos e Onde Habitam’ nos transporta de volta para o rico universo da magia, do qual os fãs já estavam com saudade, com competência, e apesar de alguns defeitos característicos de filmes que iniciam uma franquia, empolga e deixa expectativa esperançosas para as suas continuações. [Parág. ] A temática pró-fauna do longa-metragem, que aborda extinção de espécies (ainda que representando animais imaginários), chega em boa hora e até tardia. Vide documentários como o recente ‘O Extermínio do Marfim / The Ivory Game’ (2016) da Netflix, que mostra o extermínio dos elefantes africanos. Esperamos que ‘Fantastic Beasts and Where to Find Them’, sirva para despertar nossas consciências no futuro, sobre a importância de preservarmos nossos verdadeiros “animais fantásticos”, que podem ser extintos mais rápido do imaginamos. Caso isso não ocorra, em poucas gerações, só nos sobrará os animais selvagens de grande porte, “imaginários”. #FÃCULT
#FanCult
#PipocadePim enta
#FVFraga.

17/11/2016 - Fernando (26 anos)

  Ótimo
Denunciar
Filme ótimo! Vi hoje no cinema e realmente surpreendeu.

18/11/2016 - Vinicius (24 anos)

  Ótimo
Denunciar
MARAVILHOSO! Todo fã de Harry Potter que se preze vai se apaixonar por Newt e suas criaturas! No começo é meio parado pelo fato de explicar ao público o conteúdo do filme, mas depois é aventura até o fim. Os personagens são cativantes e os efeitos especiais sensacionais. Super recomendo.

20/11/2016 - Thayane (25 anos)

  Ótimo
Denunciar
O filme é excelente! Possui imagens lindas, animais mais do que fantásticos, personagens ótimos, possui humor, trilha sonora emocionante, possui muita emoção e diversão... Vale muito a pena assistir, não só pelo fato de ser um ótimo filme, mas pelo simples fato de ser um fã desse universo mágico. O filme faz muitas referências a Harry Potter, o que empolga muito, mas ele possui sua própria grande trama, que é tão empolgante quanto. Aguardo ansiosa pelo próximo filme.

22/11/2016 - Sérgio Sarmento (63 anos)

  Regular
Denunciar
Assisti NO CINEMA, nesta data, quando tivemos o lançamento nacional em 17.11. Passado. Olha! É mais um filme infanto-juvenil em nossa vida. Com uma "hestorinha" boba mesmo. Mas que ao fim e ao cabo nos remete para um mundo magico e conhecido de outros filmes da franquia HP. Para isso até o diretor dos últimos quatro filmes foi chamado. Falo do indefectível David Yates e diretor daquele lamentável, descaracterizado e inoportuno A Lenda de Tarzan (2016) visto, ainda, este ano. É inegável que os efeitos visuais são de boa qualidade. Já do ator principal e ao contrario de gente com opinião respeitável. Digo que não gosto deste cara! Com aquele maneirismo detestável que aparece em seus filmes. Ao meu ver este cara sempre representa o mesmo papel. Ele não tem dramaticidade alguma. E sempre vem com aquela cara de coitadinho. Digno de "pena", o popular dó. Eu que já assisti, ao longo da minha vida, milhares de atores em tela grande o que, convenhamos, é muito mais grandioso que se possa imaginar (hoje em dia o cara fica em casa e assiste filmes na TV e pensa que tudo aquilo é o máximo, "não sabe nada"). Fico, depois de tudo isso, preocupado com figuras como é este "coitado" chamado de "ator" Edie Redmayne. Ah! E discordo (sempre amavelmente) de quem dize que a Academia Cinematográfica de Hollywood acertou ao dar o prêmio de 2015 para este rapaz. Gente! O melhor desempenho daqueles cinco caras foi o de Michael Keaton. E o pior das injustiças! O Keaton, por sua idade (tinha 64 anos), talvez e definitivamente, jamais terá uma nova oportunidade. Enquanto este britânico maneirista que ganhou era um novato de 32 anos (tinha metade da idade e uma vida toda pela frente). Bem! Mas volta para Terra! E digo, espero que os outros quatro filmes da franquia sejam bem melhores que este primeiro. Aqui meu aforismo pede "passagem urgente": E TENHO DITO!

23/11/2016 - Alessandro (33 anos)

  Ótimo
Denunciar
Ótimo filme, depois de várias decepções de filmes deste ano, Animais Fantásticos me surpreendeu. Achei o filme bem estruturado, uma pena durar tão pouco... Passa muito rápido.

25/11/2016 - Felipe Hudh (31 anos)

  Ótimo
Denunciar
Fala sério, esse filme é muito bom! Ótimas referências aos filmes de Harry Potter e deixa qualquer filme do HP no chinelo!

25/11/2016 - Danielle Duanetti (33 anos)

  Ótimo
Denunciar
Esse filme para mim foi uma grande surpresa, pois não sou fã de Harry Potter e achei que não fosse gostar. O filme além de muito bem feito, é divertido e dono de um roteiro muito sensível. Vale muito a pena.

05/12/2016 - Kassio (19 anos)

  Ótimo
Denunciar
Ótima história, efeitos fantásticos! Uma história que em nada deve a Harry Potter, tem tudo para ser um grande sucesso, uma trama repleta de bons personagens que prometem nos próximos filmes.

14/12/2016 - Rudrigui (34 anos)

  Ótimo
Denunciar
O Sr Sarmento criou um bloqueio por não simpatizar com o ator principal, o qual também acho inaceitável ter usurpado a estatueta do keeton... Acho que isso influenciou a sua nota... O filme Animais Fantásticos fizeram dois sujeitos hermeticamente aversos a série HP se surpreender com o que foi visto. Eu e o colega acima tivemos a mesma sensação... Como gostar de um filme que não suportamos a essência... Resposta: Porque foi um FILME MUITO LEGAL. OSCAR DE EFEITOS VISUAIS 2017... Da pena de quem concorrer com ele... Outro que levou Tapa na cara foi o JAMES CAMERON DE AVATAR... Coitado... A criação dele não arrasta nem o chulé dos animais desse filme... Coisa de louco... Outra coisa: QUE ABSURDO DE SOM tem esse filme... As caixas funcionaram tão bem que a fumaça preta do vilão com o barulho espedaçando tudo na sua frente foi mais convincente e mais arrasador que o fraquíssimo ULTRON dos vingadores. RESUMO: Filme surpreendentemente impressionante de tão bem feito! A história não é pra todo mundo e só funciona no seu apogeu assistido em uma sala de cinema com o som top das galáxias! Mesmo se ter assistido o finalzinho por um imprevisto esse entretenimento leva nota máxima das máximas!

15/12/2016 - Giovani Macedo (27 anos)

  Ótimo
Denunciar
Lindo, perfeito, grande filme, para mim melhor que Harry Potter, sem mais.

18/12/2016 - Fabio (40 anos)

  Ótimo
Denunciar
Grata surpresa, filme te prende do início ao fim, perfeito vale a pena assistir!

23/12/2016 - Daniela Lopes (2 anos)

  Péssimo
Denunciar
Fui somente para levar os meus dois sobrinhos de 11 e 13 anos. Filme para adolescente mesmo. Até cochilei na cadeira do cinema. Filme bem fraquinho, chega a cansar. Nota 2. Estória chata pra caramba. Só salva mesmo os efeitos especiais e mais nada! Pois até o protagonista é horroroso!

03/01/2017 - Julio Simi Neto (60 anos)

  Ruim
Denunciar
Mais um filme que pega o rabo da saga Harry Potter o qual esta cheio de bons efeitos e técnica. Com certeza deve estar concorrendo ao Oscar de 2017 nessas categorias. Qto ao roteiro ele é fraco, uma fita para a garotada e nada mais. Qto ao ator Edie Redmayne, ainda me pergunto como ele levou em 2016 o Oscar na categoria de Melhor Ator, deixando de lado a belíssima atuação do ótimo Brian Craston em Trumbo. Esse magrela é ruim demais.

Novo Comentário
Faça seu comentário, mas por favor, siga estas regras:
- Não faça perguntas, faça comentários sobre o filme;
- Não conte o final do filme nem partes importantes para o desfecho, mas se necessário marque o texto;
- Seja objetivo e descreva o porquê de sua nota;
- Se você ainda não assistiu ao filme, dê nota "Não vi";
- Não critique outros comentários, apenas faça o seu, sem preconceitos;
- Se você não gosta deste gênero de filme, é melhor não comentar;
- Comentários que descumprirem estas regras, serão excluídos totalmente.

 Agradecemos a colaboração. Bom uso!

O Texto Contém Spoiter? Sim / Não     Selecione o texto com "Spoiler" e click aqui.

Nome: Idade:  Nota:

Últimos Visitados

Animais Fantásticos e Onde Habitam (Fantastic Beasts and Where to Find Them)

Copyright © 2016 www.interfilmes.com - Todos os Direitos Reservados. Acesse a Política de Privacidade.