Share on Google+

De Canção em Canção

  (Song to Song)
Sinopse Em Austin, no Texas, dois casais, os compositores Faye e BV, e o magnata da música e uma garçonete iludida, perseguem o sucesso através de uma paisagem de rock'n'roll, sedução e traição.

Share on Google+

Informações


Título no Brasil De Canção em Canção
Título Original Song to Song
Ano Lançamento
Gênero Drama / Musical / Romance
País de Origem EUA
Duração129 minutos
Direção
Estreia no Brasil 20/07/2017
Estúdio/Distrib. Supo Mungam Films
Idade Indicativa 16 anos

Elenco


... BV
... Faye
>> Ver todo o Elenco...

Trilha Sonora


“Vision ”Composed e
Interpretada por Klaus Wiese
“Gurla Mandhata ”Escrita e Interpretada por David Parsons
>> Ver toda a Trilha Sonora...

Trailer



Comentários


01/07/2017 - Henrique Lucio (59 anos)

  Ruim
Denunciar
Muitos dirão que para assistir esse filme, tem que estar com a "mente aberta", a minha estava escancarada e mesmo assim, não gostei rsrsr. O roteiro é arrastado, confuso, cenas soltas e personagens que parecem estarem conversando consigo mesmo. Como o tema do filme é canção, imaginei que teria muita música, mas não tem. Pequenas participação de muitos atores famosos (será que participar de um filme de Malick é sinônimo de status), que também não contribui em nada para melhorar. É certo que Terrence Malick é um diretor bastante diferenciado que trabalha muito com psicológico em seus filmes, uns gostei outros não. Esse é mais um que por mim passaria batido, foi difícil chegar ao final. Ahhh tem algo no filme que gostei sim; a casa do personagem de Michael Fassbender kkk, com seus gramados, arvores e todo aquele verde contrastando com a casa, linda, linda.

21/07/2017 - Sérgio Sarmento (63 anos)

  Ótimo
Denunciar
Assisti NO CINEMA, nesta data, quando da estreia nacional efetivada, na realidade, no dia de ontem. É mais um filme importante. Mas que confesso que é uma obra difícil de ser assistida. E por favor! Se a pessoa não é muito das lides, de algum conhecimento cinematográficas e seus mecanismos culturais. Por favor! Não assista! Pois dar um RUIM para obra de um artista como um cara visionário, inteligente, ou coisa parecida chamado TERRENCE MALICK é crime le lesa cultura. Olha! Mais um belíssimo filme deste cineasta (hoje, com mais de 70 anos) chamado Terrence Malick. Acredito que com este filme atual seja seu oitavo filme. O cara filme pouco mesmo! "Só" assisti sete e todos NO CINEMA. O último Cavaleiro de Copas (2015) simplesmente e covardemente (levou medo) a distribuidora Diamond Filmes escondeu o filmes de gente e não passou NO Brasil. E como gente como eu, que só assisto filmes NO CINEMA (sempre escrevo que não sei até quando, pois sair hoje em dia no Brasil é difícil, saímos de casa, mas não sabemos se voltamos). Mas o diretor Malick desde seu primeiro filme de 1973 Terra de Ninguém. Tem como argumento, sempre, a analise de casais em crise de comunicação ou coisa que o vale. Só que a partir de A Arvore da Vida (2011) seu cinema passou a ser mais onírico. A imagem, desde 2011, sempre falou mais que os atores. E sempre se cercou de diretores de fotografia, para dar mais qualidade ao seu trabalho. Como é o caso deste De Canção em Canção onde a fotografia, o comando, é do grande Emmanuel Lubeszk. Um cara consagrado por ser diretor da fotografia de Gravidade, O Reencontro e do notável Birdman. Portanto a fotografia deste filme atual, que ora comendo, é simplesmente maravilhosa. O filme, ainda, se compõe como "pano de fundo" de um dos grandes festivais de música patrocinado pela cidade de Austin no estado americano do Texas. Aliás esta cidade é conhecida como a maior cidade do mundo em festival de músicas ao vivo. Isto também me lembra de um dos melhores filmes do CINEMA em todos os tempos. Falo de Nashiville (1975) que o "veio" aqui assistiu NO CINEMA (em tempo real) e que tem a direção do grande Robert Altman. Alias está cidade que é capital do estado Tennessee tem até hoje a música como seu cartão de visitas. Vem dai que o grande Malick filma, em Austin, seus casais em crise existencialista. Surgindo, com isso, vários cantores e cantoras ao longo do filme. Vou ter que citar as que me lembro como Ly kkeli que até fez um tipo de conselheira sentimental da melhor atriz em cena que é a grande Patricia Rooney Mara. O que interpreta esta "baixinha" mas um gigante em frente as câmara. Que mulher sensacional. Ontem, hoje e sempre fui um apaixonado por atrizes. Que o diga um Jane Fonda, uma Sophia Loren ou uma bem mais antiga como Greta Garbo (assisto filmes desde o final dos anos 1950). Mas atualmente quem adoro é, entre outras, pois um cara como eu sempre tem inúmeras atrizes, é Patricia Rooney Mara uma nova iorquina de 32 anos. Cruz credo! Outra cantora, que lembro, é Patti Smith. Mas este filme não tem só Rooney Mara. Na real tem um casting feminino nota 10. Como Natalie Portman, Cate Blanchette essa como sempre linda e sensual e na faixa. Pasmem! Dos "quase" 50 anos. Uma Holly Hunter já na faixa dos "quase" 60 é deslumbrante. Como conheço ela e seus filmes desde os anos 1980. Penso que hoje é mais bonita. E a francesa, lindíssima, Berenice Marlohe. Para aqui! Pois meu comentário "parece" que só fala em mulheres lindas dentro do filme. Dos atores o melhor deles (apesar de estar quase sempre sorumbático) é Ryan Gosling e em um trabalho menor tem Michael Fassbender. E as músicas são maravilhosas. Ao contrario do que escrevem, por ai, temos na faixa musical. Pasmem! Oitenta e seis músicas. Eu disse! Oitenta e seis (86) músicas (eu contei nos créditos finais que fiquei nesta e em qualquer outro filme que assisto). Enfim! É mais uma obra cinematográfica do grande diretor Terrence Malick e que deveria ser só assistida, repito, por pessoas realmente que conhecem CINEMA. Reconheço! Digo mais uma vez e não me canso de dizer. O CINEMA deste diretor é muito difícil de ser assistido. Se o espectador, ou ainda, o telespectador (o cara que assiste filmes naquela tela ridícula de uma TELEVISÃO) não é afeito "NA COISA" não vai gostar deste e de qualquer outro filme deste cineasta que chamamos de TERENCE MALICK. O indivíduo tem que conhecer algo acima do normal, como eu, que vivo dentro de CINEMAS, neste Brasil, há mais de cinquenta anos. E posso dizer, sem falsa modéstia, que conheço aquele escurinho dos CINEMAS e seus filmes como poucos. Em um pais onde as pessoas são tão carente em matéria de cultura. Mais uma vez, e de longe, tenho que invocar um dos meus aforismas prediletos: E TENHO DITO!

22/07/2017 - Henrique Lucio (59 anos)

  Não vi
Denunciar
Quando me cadastrei no site IF, tive o critério de me informar se o mesmo era para pessoas comuns (mesmo sem os mecanismos culturais) que simplesmente gostam de filmes ou se era somente para os chamados intelectos cinematográficos de mentes privilegiadas kkkk. Felizmente, sim, é para todos e não se restringe à CINEMA, portando, vou continuar assistindo o filme que bem me entender seja em tela de cinema ou em tela ridícula e fazendo meu comentário se gostei ou não. Como disse, assisti a quase todos os filmes de Malick, uns gostei outros não, esse "De canção em canção" "para mim" é ruim simmm. Ahhhhh e respeito é bom eu gosto, alias todos nós gostamos mestre rsrsr.

22/07/2017 - Sérgio Sarmento (63 anos)

  Não vi
Denunciar
Certo seu Henrique! Você tem toda a razão! Devemos aceitar as pessoas como elas são. Minhas humildes desculpas por ofensas de um baixo nível tão inoportuno. Acredito que não farei mais isto para o senhor. Mas tudo isso é explicado pela minha exclusiva paixão cinematográfica. O que por si só até não se justifica tamanha grosseria. Mas... Aconteceu! Desculpe! Novamente!

Novo Comentário
Faça seu comentário, mas por favor, siga estas regras:
- Não faça perguntas, faça comentários sobre o filme;
- Não conte o final do filme nem partes importantes para o desfecho, mas se necessário marque o texto;
- Seja objetivo e descreva o porquê de sua nota;
- Se você ainda não assistiu ao filme, dê nota "Não vi";
- Não critique outros comentários, apenas faça o seu, sem preconceitos;
- Se você não gosta deste gênero de filme, é melhor não comentar;
- Comentários que descumprirem estas regras, serão excluídos totalmente.

 Agradecemos a colaboração. Bom uso!

O Texto Contém Spoiter? Sim / Não     Selecione o texto com "Spoiler" e click aqui.

Nome: Idade:  Nota:

Últimos Visitados

De Canção em Canção (Song to Song)

Copyright © 2017 www.interfilmes.com - Todos os Direitos Reservados. Acesse a Política de Privacidade.